Rua Dr Artur Leite de Barros Jr, 217 - Mandaqui - São Paulo - SP

A Sics utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosssa plataforma. Ao continuar navegando, você concorda com as condições previstas na nossa Política de Privacidade. Para mais informações, consulte aqui

(11) 3474 7427 (21) 4063 7427

Clique aqui para abrir o chat

Rua Dr Artur Leite de Barros Jr, 217 - Mandaqui - São Paulo - SP - 02408-110

Blog

Quanto devo investir para criar uma corretora de seguros?

Antes de sabermos o quanto investir para criar uma corretora de seguros, é importante conhecer o potencial desse mercado.

Somente no ano de 2019, mercado de seguros no Brasil arrecadou R$ 270,1 bilhões, registrando aumento de 12,1% em comparação com o ano anterior, os dados foram recolhidos e publicados pela CNSEG (Confederação Nacional das Seguradoras).

Na área de franquias, por exemplo, o setor de seguros é calculado no segmento de Serviços e Outros Negócios. No ano de 2018, esse setor de mercado obteve faturamento de R$ 24,9 bilhões.

Por outro lado, o cliente direto e indireto apresenta boa postura de intenção de consumo em relação aos produtos e serviços do setor de seguros.

Estima-se que, anualmente, somente 30% do automóveis no Brasil costumam contratar algum tipo de seguro.
 
Quanto investir?

Inicialmente, devemos ressaltar que existem três modalidades básicas de atuação a de home office, empresa própria ou franquia.

No caso de uma franquia, os valores iniciais são de R$ 15 mil reais, enquanto que o investimento de uma empresa própria pode ultrapassar o patamar de R$ 30 mil reais iniciais.

O home office é muito usado por profissionais autônomos pois reduz bastante os custos, porém o investimento poderá variar conforme o perfil de cada profissional.
 
A franquia

Assim como ocorre com a rede McDonald's e Boticário, por exemplo, o investidor pode utilizar a compra de um modelo de franquia oferecido por uma grande marca de seguros, recebendo todo o conhecimento, treinamento e atuação padronizada com a marca.

Ao empreender, é importante seguir todas as regras do modo da marca, utilizar o catálogo de produtos e atendimentos. O investidor recebe um plano de negócios com manual a ser seguido.
 
Abrindo a própria empresa

Ao abrir a própria empresa com marca nova, o empreendedor pode obter maior independência para atuar no mercado, construir seus próprios serviços e especializá-los conforme a sua região de atuação.

Porém, iniciar uma empresa do zero requer alto investimento, além do risco de cometer erros que poderão gerar perdas de capital.
 
Modelos home office

O home office é possível para o profissional autônomo ou para o funcionário contratado por uma corretora que atua de forma remota.

Atualmente, muitas corretoras de seguro permitem ao franqueado abrir um negócio home office ou permite que seu funcionário direto trabalhe dessa forma. O profissional atua a partir de sua casa sem a necessidade de abrir um espaço comercial para a atuação no mercado.

A grande vantagem de uma franquia home office é o seu custo baixo eliminando custos com aluguel, reforma e instalação de mais equipamentos.

Outro ponto positivo é a flexibilidade que a home office proporciona para o investidor, profissional contratado ou autônomo. Porém, é necessário possuir disciplina e definir um tempo mínimo para atuação no negócio todos os dias para não perder o foco.
 
Conclusão

Portanto, todas as variáveis de custos e investimentos devem ser considerados no processo de abertura de um próprio negócio no mercado atual. Fique atento e crie antes um plano de negócios!



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários