Rua Dr Artur Leite de Barros Jr, 217 - Mandaqui - São Paulo - SP

A Sics utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosssa plataforma. Ao continuar navegando, você concorda com as condições previstas na nossa Política de Privacidade. Para mais informações, consulte aqui

(11) 3474 7427 (21) 4063 7427

Clique aqui para abrir o chat

Rua Dr Artur Leite de Barros Jr, 217 - Mandaqui - São Paulo - SP - 02408-110

Blog

Como estruturar minha corretora de seguros?

Ao perguntar como estruturar minha corretora de seguros? O corretor de seguros precisa ter bastante atenção com o início do projeto da empresa.

Geralmente, empreendedores iniciantes neste segmento de negócio podem ficar confusos e até mesmo em dúvida. A corretora de seguros visa oferecer serviços de corretagem e contratos de seguros para bens e patrimônios como imóveis, automóveis, equipamentos e entre outros.

Normalmente, os tipos de seguros mais conhecidos são os seguros de vida, porém as vendas desse tipo de seguro não são predominantes, mesmo significando 3% do PIB brasileiro.

Estamos afirmando que, nos últimos anos, o mercado de seguros se expandiu bastante e, além dos seguros de vida e de automóvel, existem novas categorias de seguros que uma corretora nascente ou já estabelecida no mercado podem se dedicar.

 Como estrutura minha corretora?

Para tornar o negócio mais consolidado e estruturado, o empreendedor nesse setor precisa ter atenção com plano de negócio, planejamento, seleção dos produtos e serviços que pretende oferecer e manter seus colaboradores sempre treinados.

​1 – Busque a licença da SUSEP
O mercado de seguros é regulado e exige que os profissionais e empresas tenham licença para poder trabalhar.
​Essa licença pode ser solicitada junto à SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), cujo órgão se responsabiliza para emissão de autorização dos trabalhos executados pelas corretoras de seguros e também atua para fiscalizar.

Ainda existem muitos profissionais que atuam como pessoa física e, em certos casos, acabam pagando muito mais impostos como pessoas físicas, o que poderia ser evitado com a ajuda de um bom contador e com o registro de pequeno empreendedor ou MEI.

2 – Capacitação
É essencial que o profissional e gestor de uma corretora busque capacitação técnica para atuar no mercado.
O profissional pode realizar uma prova de certificação aplicada três vezes ao ano para confirmar a sua aptidão para atuar no mercado de seguros.

Outro caminho é a realização de cursos de capacitação, a realização do curso é indicada para profissionais iniciantes, podendo ser presencial ou online.
As duas possibilidades, prova e curso, são organizadas pela ENS (Escola Nacional de Seguros).

3 – Invista no plano de negócios
É indicado desenvolver um bom plano de negócios e definir o planejamento estratégico para a empresa. Sendo assim, para abrir uma empresa é importante definir um planejamento estratégico bem orientado.

Esse planejamento ajudará a empresa a ter uma visão realista e abrangente a respeito do mercado, e indicar quais caminhos são importantes para serem traçados.

4 – Treine a sua equipe
Não importa se a sua equipe de funcionários ou colaboradores é pequena ou grande, ofereça conhecimentos e treinamento constantemente.

Ao decidir abrir uma empresa de seguros é importante formar uma equipe capacitada e treinada para identificar as melhores oportunidades de negócio e capacidade de atendimento ao cliente.


5 – Divulgue a empresa
Logo depois que a empresa for criada e estiver em atividade, é essencial divulgar a corretora em redes sociais como Instagram, Facebook, Linkedin e nas buscas do Google.

Adotar estratégias de marketing para posicionar a marca da corretora de seguros é fundamental para que a empresa tenha capacidade para atrair novos clientes.

6 – Tenha ferramentas de Gestão e de Multicálculo
Para corretoras que estão iniciando no mercado, é de extrema importância uma organização de seus seguros e segurados, principalmente para controle de vigência, parcelas, emissões e etc.

Sendo assim, é necessário a contratação de ferramentas de gestão para controlar essas informações, além de um software de multicálculo para otimizar o processo de orçamentos de sua corretora.

Conclusão
Portanto, o processo de estruturação passa por diferentes estágios de conhecimento e de aplicação de estratégias favoráveis para a empresa especializada em seguros.

Uma das principais iniciativas é sempre valorizar a inovação nos processos, abordagens de vendas e orientação de contratos.
 



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários